Alta dos alimentos: soluções para economizar na cozinha!

O alto preço dos alimentos atingiu em cheio o consumidor que continua enfrentando sérias dificuldades devido ao período de isolamento.

 

De acordo com levantamento divulgado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) em março, desde o início da pandemia o preço dos alimentos subiu 15% no país, quase o triplo da taxa oficial de inflação do período, que ficou em 5,20%.

 

Confira algumas dicas para economizar tempo e dinheiro na cozinha:

 

Planeje: antes de ir às compras, é ideal pensar no cardápio dos próximos dias, assim é possível pegar de prontidão os itens que necessita para as refeições. Depois, é importante checar a despensa e fazer uma lista com os itens que estão em falta. Esse hábito vai reduzir o tempo que caminhamos no mercado e também ajudar a adquirir apenas o necessário. Uma boa dica para esse momento é certificar-se de ter ‘ingredientes-chave’ disponíveis em casa, como o arroz, feijão, ovos, farinha, macarrão, manteiga, cebola, tomate e outros itens que fazem parte da rotina.

 

Além disso, fazer compras esporádicas pode aumentar — e muito — as contas no final do mês. Por isso, o ideal é dar um espaço de, no mínimo, uma semana entre uma ida ao mercado e outra.

 

Reduza o desperdício: alguns cuidados com o armazenamento são importantes para prolongar a vida útil dos alimentos e ajudar a poupar dinheiro. Uma das alternativas é utilizar o plástico-filme Alpfilm Protect para envolver diversos alimentos, dentre eles frutas e legumes, por exemplo, o que permite mantê-los conservados por mais tempo do que com plásticos filme comuns, sem proteção bactericida.

 

Para ajudar o manter os alimentos frescos por um período maior e, simultaneamente, combater diversos patógenos como vírus e bactérias, inclusive o Sars Cov-2, a empresa de plástico filme desenvolveu o Alpfilm Protect, plástico-filme com um material específico na formulação que inativa o novo vírus.

 

Aprenda a substituir os alimentos que estão mais caros: antes de ir ao mercado, planeje como será o cardápio da semana e busque receitas para substituir os alimentos que estão fora de época ou estão mais caros. Por exemplo, com a alta do tomate, o consumidor pode substituir o alimento por outras verduras e frutas com a coloração avermelhada, que também são ricos na substância antioxidante licopeno, presente no tomate, como a cenoura e a abóbora, que podem ser usadas para fazer molhos, ou frutas como a melancia e a goiaba.

 

Utilize corretamente os produtos de limpeza: para economizar com os produtos de limpeza, invista em produtos concentrados, que tendem a ser mais econômicos do que as versões comuns. No entanto, tome cuidado para utilizar apenas a quantidade indicada na embalagem, já que muitas pessoas acabam usando mais do que o necessário, e assim, a economia não acontece.

 

Além disso, teste marcas alternativas, que sejam mais baratas, e muitas vezes não devem em qualidade às marcas tradicionais.

 

Reaproveite os alimentos: consumir os alimentos integralmente é um dos segredos para economizar tempo e dinheiro. Os benefícios são diversos e incluem consumir mais nutrientes – presentes em cascas de frutas, talos de verduras e legumes- além de gerar menos acúmulo de lixo no meio ambiente. E, ainda, descartar partes que servem de alimento também impacta diretamente nas contas do mês. A alternativa de reaproveitamento é a solução para usar a criatividade e desenvolver novas receitas.

Leave a comment